jusbrasil.com.br
5 de Abril de 2020

Reflexão II - Até Quando...

RR Guimarães Advocacia e Consultoria, Advogado
ano passado

Hoje, dia 06 de agosto de 2018, durante o turno da manhã, aproximadamente às 09:30, fui a um Supermercado bem conhecido localizado em Nova Parnamirim/RN, especificamente na Casa Lotérica, no intuito de pagar um boleto bancário.

No local, eu percebi de imediato a existência de uma enorme fila que se instalou diante dos 06 (seis) caixas eletrônicos do Banco 24 horas que estão instalados ao lado da Casa Lotérica. Na ocasião, verifiquei que o motivo dessa fila se dava em razão da manutenção realizada por vigilantes armados. A manutenção “inesperada” ocasionou a indisponibilidade temporária desses 05 (cinco) caixas eletrônicos, logo no momento havia somente 01 (um) caixa eletrônico disponível, razão pela qual da enorme fila.

Ato contínuo, não consegui pagar o mencionado boleto bancário na Casa Lotérica, motivo que me levou a me inserir nessa enorme fila.

Além da enorme fila existente, havia ali também um perigo para a integridade física e moral, bem como a vida, de todos aqueles que ali estavam presentes, principalmente os que estavam nessa fila enorme, inclusive eu. Além disso, estavam sujeitos também ao mencionado perigo os funcionários da Casa Lotérica, os próprios vigilantes, enfim, todos ali presentes.

Diante desse realidade, afirmo que numa eventual hipótese de tentativa de assalto desses caixas eletrônicos do Banco 24 horas no momento em que os vigilantes estivessem abastecendo-o ou realizando a devida manutenção, que é o caso concreto, provavelmente os que estavam presentes nessa fila enorme seriam os primeiros a serem atingidos por uma eventual troca de tiros entre vigilantes e bandidos e não somente isso, mais também poderiam ser utilizados como escudo humano pelos bandidos.

Cumpre ressaltar que uma situação exatamente igual a essa levou a óbito a cabeleireira MICAELA FERREIRA AVELINO, conhecida como Mica, 26 anos, no dia 13 de julho deste ano no Shopping Airton Sena, localizado em Nova Parnamirim/RN, ocasião em que foi baleada no momento em que estava sendo utilizada como escudo humano por um dos bandidos, que também faleceu, diante da troca de tiros com os vigilantes do carro-forte. O referido caso resultou no indiciamento de 02 (dois) vigilantes que participaram do tiroteio, ambos irão responder por homicídio doloso (quando há a intenção de matar), os dois aguardam decisão da Justiça em liberdade.

Ante o exposto, cabe afirmar que o abastecimento, bem como a manutenção dos caixas eletrônicos do Banco 24 horas durante o horário comercial, principalmente no horário do “pique”, que é o caso concreto, ocasiona 02 (dois) fatores prejudiciais, que são:

1º - A formação de enormes filas, comprometendo assim os compromissos e atividades daqueles que utilizarem o serviço;

2º A produção do risco à integridade física e moral, bem com a vida de todos os que estão presentes no local, principalmente aqueles que estão localizados na enorme fila, uma vez que além de estarem localizados no meio da possível troca de tiros entre bandidos e vigilantes, poderão ser utilizados como escudo humanos pelos bandidos.

Atenção: Não deixe de demonstrar a sua opinião pessoal nos comentários abaixo, visto que você também é usuário (a) e se, inserido (a) nas condições mencionadas acima, estará, infelizmente, sujeito (a) aos fatores prejudiciais também aqui descritos.

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)